Pepsi deve reduzir açúcar em bebidas; veja comentário de nutricionista

OMS propôs recentemente aumento de impostos sobre bebidas açucaradas.
Nutricionista Camila Freitas comenta sobre excesso de açúcar em bebidas.

A PepsiCo anunciou, na semana passada, que reduzirá no mundo todo a quantidade de açúcares em suas bebidas e de gorduras saturadas e sal em suas comidas, em um momento em que circulam propostas de taxar bebidas com muito açúcar a fim de prevenir a obesidade.

A fabricante da Pepsi, do Gatorade e dos sucos de frutas Tropicana prometeu que até 2025, pelo menos dois terços de suas 12 bebidas em lata (0,35 litros) terão no máximo 100 calorias.

A empresa também se comprometeu a limitar as gorduras saturadas em seus snacks, como as batatas fritas, a um máximo de 1,1 gramas por cada 100 calorias e a aumentar sua oferta de bebidas sem calorias.

Além disso, suas comidas não terão mais de 1,3 miligramas de sal por caloria.

Um estudo publicado na semana passada por pesquisadores da Universidade de Boston criticava a Pepsi, e sua principal concorrente Coca-Cola, por investir milhões de dólares desde 2011 para combater a legislação que pretende baixar o consumo de refrescos através de impostos.

Preocupada pelo aumento da obesidade, a Organização Mundial de Saúde (OMS) propôs um aumento de impostos sobre as bebidas açucaradas para reduzir o consumo de refrigerantes.

Fonte: http://g1.globo.com/bemestar/noticia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *